18 de março de 2011

Conciliando tempo e treino

Algumas pessoas que fazem academia/musculação, devido à correria do dia-a-dia, não encontram tempo suficiente para seguir seus planos de treino que são divididos diariamente.

Seguindo um cronograma fixo de treino, geralmente, para cada dia da semana, de segunda a sexta, se trabalha um determinado músculo ou grupo muscular, mas nem sempre o aluno/praticante tem essa disponibilidade de tempo e horário a seu favor para seguir fielmente seu cronograma.

Para quem realmente gosta de malhar, perder um dia de treino, não conseguir completar suas séries ou não malhar aquele ou outro músculo por falta de tempo acaba muitas vezes desestimulando e deixando a impressão de trabalho mal feito. Nesse texto você vai ver que é possível mesmo com pouco tempo ou não tendo todos os dias da semana a seu favor para malhar, que é possível conciliar tempo e treino.

O que geralmente se recomenda nas academias é que o aluno/praticante execute sempre três séries de dez repetições com intervalos de até um minuto que acaba se estendendo por vários minutos por “n” motivos e trabalhe no máximo dois grupos musculares por dia para não haver um desgaste físico muito grande, por exemplo, malhar peito e tríceps na segunda-feira, ombro e bíceps na terça-feira... Mas para toda regra há uma exceção.

Se você é daqueles que tem todos os dias livres para malhar, mas não com tanto tempo por que tem horário par fazer aquilo ou outro a solução é ser fiel aos intervalos de seu treino, não passar três, quatro minutos jogando conversa fora depois de uma série. Use intervalos de no máximo, no máximo um minuto.

Mas se você é daqueles que não malha periodicamente por falta de tempo, mesmo assim não quer deixar de fazer ou trabalhar nenhum músculo do seu cronograma de treino, vai aí uma dica muito boa.

Digamos que você só tenha livres na semana três dias para malhar:

Vamos pegar uma segunda-feira como exemplo. Ao invés de você malhar apenas peito e tríceps nesse dia, e executar três séries de dez repetições, você pode incluir um terceiro músculo ao seu treino, por exemplo, ombro e trabalhar peito, tríceps e ombro fazendo três séries de oito ou seis repetições, lembrando que, já que baixou as repetições de dez para oito ou seis, você pode, para um melhor resultado, aumentar a carga/peso das máquinas, mas esse detalha fica a critério, já que cada um sabe qual é o seu objetivo. E procure seguir um intervalo fixo entre as séries.

Nos dias que se seguem, dias esses que você terá disponível para malhar, que seja terça, quarta, quinta ou sexta, você deverá fazer a mesma coisa, incluir um terceiro músculo, diminuir as repetições de dez para oito ou seis e se possível aumentar a carga nas máquinas. Dessa forma, mesmo com pouco tempo, dependendo da sua aplicação, você vai conseguir trabalhar se não todos, mas a maior parte dos músculos, obter um bom resultado físico e ter a sensação de um trabalho completo.

0 comentários:

Postar um comentário